Pseudopapel
Arquivo de Resenha

Avianca cancela voo e deixa passageiros na mão

Tabela de embarques no Salgado Filho: voo da Avianca foi cancelado

Nas últimas vezes que fui para o Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, no final da tarde, cheguei em cima da hora para o voo, e o que me salvou foi o check-in feito previamente pela internet, que garantiu que eu só pegaria filas antes de passar pela máquina de raios-x e no portão de embarque. Ontem, pois, eu me programei para sair um pouco mais cedo, evitando o grosso do trânsito no cruzamento da Rua Professor Cristiano Fischer com a Avenida Protásio Alves e ao longo da Avenida Carlos Gomes e Rua Dom Pedro II. Funcionou. Apesar de eu… [Continuar a ler]

Santander: o banco das tarifas “juntas”

  • 26/07/2011, 11h15
  • Categoria: Resenha
  • 6 comentários
Capa do extrato do Santander

Até meados do ano passado eu mantinha uma conta no Citibank, onde pagava R$ 39,90 de tarifa mensal. Periodicamente, recebo pagamentos do exterior, que sempre foram processados pelo Citi sem burocracia e sem cobrança de tarifas. Eu só recebia um aviso de pagamento e solicitava o depósito em minha conta. Nada me era cobrado a mais por isso. No ano passado, recebi uma visita do pessoal do então Banco Real, pois a empresa onde eu trabalhava passaria a fazer pagamento de salário por ali. Optei por abrir uma conta apenas para receber salário, pois não me interessava trocar o Citi… [Continuar a ler]

A revista Sãopaulo não fala de São Paulo

Revista Sãopaulo, da Folha

Como tenho feito em quase todas as semanas desde a primeira edição, comprei a revista Sãopaulo — ou, mais precisamente, comprei a Folha de S. Paulo de domingo, que vem com a revista encartada. E, como tem sido quase a regra, fiquei decepcionado. A revista deveria tratar da cidade. Falar de seus problemas, das pessoas que a constróem, da sua história, de seus projetos, de suas ideias. Em vez disso, faz reportagens que citam São Paulo apenas genericamente. A capa da edição de domingo passado é um perfeito exemplo disso: “Enomania — De R$ 23 a R$ 100, um guia… [Continuar a ler]

O saque sem segurança do Citibank

  • 15/02/2011, 22h01
  • Categoria: Resenha
  • 20 comentários
Fraude no meu cartão Citibank

Venho aproveitar-me mais uma vez desta tribuna virtual para expor o fraco atendimento de mais uma empresa a seus consumidores. A empresa desastrada da vez é o Citibank, de quem tenho cartões de crédito há seis anos, sem nunca ter tido grandes problemas. Mas, quando o problema apareceu, veio gigante. Na manhã da última sexta-feira recebi uma ligação da área de fraude do Citibank, que perguntava se eu reconhecia um saque de 520 reais feito com meu cartão de crédito Visa de final 8310, cerca de uma hora antes. Não, eu não reconhecia. O atendente perguntou se eu estava com… [Continuar a ler]

A Claro perdeu o meu pedido

  • 14/01/2011, 18h46
  • Categoria: Resenha
  • Um comentário
Mau atendimento da Claro

Outro dia tive um problema com a Net, cujo atendimento eletrônico foi incapaz de resolver. Postei minha experiência no Twitter, e algumas horas depois recebi uma resposta, via Twitter. Rapidamente, o problema foi resolvido. Algo parecido já tinha acontecido quando tive um problema com a Gol, relatado aqui no Pseudopapel, e o twitter oficial da empresa funcionou bem como canal de comunicação. Isso sem falar em um tweet que escrevi sobre um caixa eletrônico do Santander que abria apenas às nove da manhã, onde eu questionava a utilidade de um caixa desses. Sem nem direcionar o texto ao usuário do… [Continuar a ler]

Jam Suites Boutique Hotel

Jam Suites Boutique Hotel

Quem passa pela frente do Jam Suites Boutique Hotel, ainda que a pé, dificilmente percebe que se trata de um hotel. Ao contrário de outras casas convertidas em hotel na mesma Calle Malabia, não há nenhuma placa indicando o estabelecimento, isso sem falar nas pesadas portas de metal na entrada, que em um primeiro momento intimidam o hóspede recém-chegado. Essa sensação é dissipada assim que a porta da esquerda se abre, e o simpático corredor se mostra. Ele termina na porta do que mais pode ser chamado de “sala” do que “recepção”, pois é muito difícil sentir-se em um hotel… [Continuar a ler]

Mau atendimento (automático) da Gol

mau-atendimento-gol

Pouco menos de um mês atrás comecei a planejar uma viagem a Buenos Aires com minha esposa. Serviram como ponto de partida as milhas que minha mãe tinha por expirar na Gol. Procurei, pois, datas que nos fossem convenientes em outubro e, a partir da passagem comprada com as milhas, em nome de minha mulher, procurei um hotel e uma passagem para mim. Ela sairia de São Paulo às 21h30 de uma quinta-feira e voltaria no voo das 19h30 do domingo seguinte. Pouco tempo de viagem, mas foi o que conseguimos ambos de folga em nossos respectivos empregos. Por causa… [Continuar a ler]

Um filme para são-paulinos

  • 18/09/2010, 22h16
  • Categoria: Resenha
  • Nenhum comentário
Ingresso para o filme "Soberano"

Fui assistir ao filme Soberano, documentário que conta a história das seis conquistas nacionais do São Paulo. Como era de se esperar, a grande maioria da audiência era formada por são-paulinos, e as únicas exceções que pude notar foram algumas namoradas torcedoras de outros times acompanhando são-paulinos. Talvez por causa do frio — havia muita gente de casaco —, não vi muitas camisas do São Paulo. Mas eu estava lá com a minha retrô de 1981. O filme era o que eu esperava. Ao contar a história dos dois primeiros títulos, de 1977 e 1986 (que, curiosamente, foram conquistados respectivamente… [Continuar a ler]

O novo Diário de S. Paulo e o velho Diário Popular

Diário Popular: 28 de novembro de 1977

Mesmo sem assistir muito à televisão, vi diversas vezes o anúncio do “novo Diário de S. Paulo“. E, mesmo assistindo diversas vezes a esse anúncio, perdi o primeiro número da nova fase, que foi no domingo passado. Não sei se o anúncio não falava em data ou eu é que não prestei atenção. Mas ontem finalmente conheci essa nova versão. O antigo Diário Popular nunca foi um jornal com que tive muito contato. Conheço bastante da história do Estadão, da Folha e do Jornal da Tarde, mas muito pouco da história do segundo jornal mais antigo ainda em circulação em… [Continuar a ler]

De revolução não houve nada

Última página do JT de 26 de janeiro de 1979

O site do Jornal da Tarde estava sem qualquer atualização significativa de layout desde 2003, se não me falha a memória. E só coloquei o adjetivo “significativa” na frase anterior porque, quando trocou o logotipo em 2006, o logotipo do site também foi mudado. O site nada mais era do que uma mera lista das matérias publicadas na edição do dia, com acesso restrito a assinantes na maioria das matérias. Por tudo isso, fiquei curioso para ver o que o novo layout reservava quando li na edição de terça-feira sobre a estreia do dia seguinte. Não parecia ser nada revolucionário,… [Continuar a ler]

Busca

RSS

Assine aqui.

Tempo de resposta

83 queries em 0,491 segundos.

Licença

Textos e fotos aqui publicados são liberados em Creative Commons sob a licença Attribution 3.0 Unported. Isso significa que podem ser usados em qualquer projeto, comercial ou não, desde que sejam creditados como "Alexandre Giesbrecht". Um link para cá é bem-vindo, assim como um aviso de que o material foi usado.

Quem?

Alexandre Giesbrecht nasceu em São Paulo, em abril de 1976, e mora no bairro do Bixiga. Publicitário formado pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, é autor do livro São Paulo Campeão Brasileiro 1977 (edição do autor).

Outros projetos

Links