Pseudopapel

Quando o Lance! publicou minha foto sem crédito

lance-foto-sem-credito

Li no Lance! de hoje uma reportagem sobre o acesso do Nacional. Possivelmente não foi o autor da matéria quem escolheu as imagens, mas fiquei realmente surpreso ao ver a foto que tirei (do time entrando em campo) publicada sem o devido crédito, apenas como “Arquivo pessoal”, tanto na edição impressa como no site. Em meus sites, sempre publico diversas fotos de minha autoria sobre a história da cidade de São Paulo, sobre o Nacional e sobre o São Paulo, e todas estão sempre disponíveis para ser publicadas gratuitamente em qualquer lugar, mesmo que com fins comerciais, desde que seja dado o crédito.

Obviamente, esse aviso não está no Facebook, de onde a foto foi tirada, mas seria de se imaginar que um jornal do porte do Lance! daria o devido crédito, até para o leitor saber quem tirou as fotos. Ou pelo menos tentaria entrar em contato — sei dos prazos exíguos, mas esta matéria era “fria”, e eu costumo responder muito rápido a mensagens, seja por email, por Twitter ou por Facebook. Nos últimos tempos, nem os resultados da Segundona vinham sendo publicados, fosse no Lance! ou outro jornal.

Cito como exemplo a edição de ontem, que não trazia os resultados da “Bezinha”, mas trazia dos campeonatos Alemão, Espanhol, Inglês e Italiano. Não condiz muito com a missão do Lance!:

Ser a referência em conteúdo esportivo no País oferecendo um jornalismo de qualidade e independente, em defesa dos interesses do torcedor e do desenvolvimento do esporte nacional.

Nacional entrando em campo o Grêmio Prudente, em 11 de outubro. Qualquer um pode usar esta foto à vontade, desde que com o devido crédito, algo que o Lance! não fez. Foto: Alexandre Giesbrecht

Nacional entrando em campo o Grêmio Prudente, em 11 de outubro. Qualquer um pode usar esta foto à vontade, desde que com o devido crédito. Foto: Alexandre Giesbrecht

Quando finalmente resolveram publicar alguma coisa, fizeram-no com duas fotos que contêm “Arquivo pessoal” como crédito. “Arquivo pessoal” de quem?! Do repórter? Do técnico? Não, de um torcedor que resolveu publicar no Facebook várias fotos do jogo entre Nacional e Grêmio Prudente e viu uma delas ser publicada sem o seu nome. Não sei nem de quem é a foto do time posado, mas não vou me surpreender se ele se sentir da mesma maneira, já que também foi relegado a “Arquivo pessoal”.

Não estou pedindo pagamento pela foto. Minhas fotos seguem gratuitas, a não ser quando explicitamente indicado (ou, claro, quando forem fotos de outrem), e eu já fui vítima desse tipo de coisa anteriormente, assim como meu pai também já foi. Mas gostaria de ver o devido crédito ser dado.

Sou assinante da edição digital há dois anos e fui também um dos primeiros assinantes em São Paulo da edição impressa, no já longínquo ano de 1997. Não são muitos leitores que têm uma cópia da primeira edição paulista do Lance!, mas estou entre eles, graças a uma farta coleção com centenas de edições encadernadas. Tenho toda uma história com o Lance! e com o Nacional: estive em quase todos os jogos em casa nos últimos três anos. E, quando poderia ter visto meu nome em uma edição do Lance!, fui surpreendido por um “Arquivo pessoal” como crédito. Aguardo providências e uma resposta. Este texto também foi enviado a vários emails constantes do expediente do jornal.

Atualização (19h36): Um representante do jornal entrou em contato comigo por meio da conta oficial de Twitter e informou-me que o crédito na matéria do site foi editado. Pouco depois, o editor executivo do grupo, Guilherme Gomes Pinto, mandou-me um email explicando a “falha de comunicação”: “Na entrevista por telefone com um dirigente do Nacional, ao saber que a matéria teria um espaço maior do que esperado, o repórter pediu autorização ao dirigente para usar fotos publicadas no perfil dele, sem compartilhamento de quaisquer outros perfis, como se fossem de fato dele. O referido dirigente permitiu a utilização e somente por isso foi publicado com o  crédito de Arquivo Pessoal. Evidentemente que se soubéssemos o autor das imagens elas seriam publicadas com crédito, que é o procedimento do Lance!. Poderíamos/deveríamos ter ido atrás para tentar encontrar o autor das imagens? Sim. Mas aí também entram essas questões de prazos exíguos que você falou.” Ele terminou a mensagem avisando que amanhã será publicada uma correção na edição impressa.

Atualização (22/10, 19h15): O Lance! publicou hoje, na página 2 de sua edição impressa, uma errata, conforme a foto abaixo.

Errata publicada pelo Lance

Errata publicada pelo Lance

1 comentário

gilberto maluf (66)

Não sabia que você acompanhava o Nacional. Legal!
E justa a solicitação do crédito devido.

24 de outubro de 2014, 13:56

Escreva seu comentário

Nome:
Obrigatório.
E-mail:
Obrigatório; não será publicado.
Website:
Comentário:

Busca

RSS

Assine aqui.

Tempo de resposta

53 queries em 0,931 segundos.

Licença

Textos e fotos aqui publicados são liberados em Creative Commons sob a licença Attribution 3.0 Unported. Isso significa que podem ser usados em qualquer projeto, comercial ou não, desde que sejam creditados como "Alexandre Giesbrecht". Um link para cá é bem-vindo, assim como um aviso de que o material foi usado.

Quem?

Alexandre Giesbrecht nasceu em São Paulo, em abril de 1976, e mora no bairro do Bixiga. Publicitário formado pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, é autor do livro São Paulo Campeão Brasileiro 1977 (edição do autor).

Outros projetos

Links