Pseudopapel
Arquivo de céu

Anoitecer no Rio Grande do Sul

Anoitecer em Bento Gonçalves

É claro que as duas fotos que ilustram esta página não foram batidas no mesmo dia, pois estão separadas por mais de cem quilômetros. A primeira foi tirada em Bento Gonçalves, logo após passeio de trem. A segunda, em Gramado, dois dias depois. Nas duas oportunidades pudemos presenciar um pôr-do-sol espetacular depois de um céu bastante azul em ambos os dias. Curiosamente, fomos à Serra Gaúcha em julho por causa do frio e pegamos uma semana de calor. Não sei se o céu estaria diferente se tivéssemos enfrentado o frio característico ao invés do calor fora de época.

Aos pés da cordilheira invisível

Nuvens estranhas sobre o Ibirapuera

Em 5 de fevereiro último tive por algumas horas uma grande vista para o Parque do Ibirapuera. Consegui uma bela foto diurna do obeslico e outra noturna, quase do mesmo ângulo. Em ambas o céu estava limpo. Mas no período em que fiquei por lá o céu não ficou limpo o tempo todo, e uma das formações de nuvens foi daquelas que chamam a atenção de tão curiosas. Fez com que, ao menos para quem olha a foto acima de relance, São Paulo ficasse com um quê de Santiago do Chile, que fica aos pés dos Andes.

Busca

RSS

Assine aqui.

Tempo de resposta

74 queries em 0,550 segundos.

Licença

Textos e fotos aqui publicados são liberados em Creative Commons sob a licença Attribution 3.0 Unported. Isso significa que podem ser usados em qualquer projeto, comercial ou não, desde que sejam creditados como "Alexandre Giesbrecht". Um link para cá é bem-vindo, assim como um aviso de que o material foi usado.

Quem?

Alexandre Giesbrecht nasceu em São Paulo, em abril de 1976, e mora no bairro do Bixiga. Publicitário formado pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, é autor do livro São Paulo Campeão Brasileiro 1977 (edição do autor).

Outros projetos

Links