Pseudopapel

O que sobrou das casas da Carlos Sampaio

Restos das casas na Rua Carlos Sampaio

Eu poderia ter ido antes bater fotos do que sobrou das casas demolidas recentemente na Rua Carlos Sampaio, em frente à esquina com a Rua Fausto Ferraz. Mas não faria diferença. Em outras postagens eu acompanhei alguns estágios da demolição, e na última delas já sobrava muito pouco das casas. Hoje não sobra nada, a não ser parte do muro que as separava, no fim das contas a única indicação atual de que havia duas casas ali. Vê-se ainda a marca de uma das edículas no muro de um prédio e só.

Segundo o vigia que estava no local quando bati a foto, o destino do terreno é abrigar um prédio. Ainda segundo o vigia, ainda não estaria decidido se esse prédio será comercial ou residencial, mas acho que é seguro apostar que será um edifício com nome estrangeiro. No lado ímpar da Carlos Sampaio há apenas um outro edifício comercial, poucos metros à esquerda dos terrenos atualmente vazios, embora haja outros dois que na verdade têm seus endereços em outras vias, respectivamente a Rua Cincinato Braga e a Avenida Paulista.

As outras postagens sobre as casinhas da Rua Carlos Sampaio.

2 comentários

gilberto maluf (66)

Vi as fotos da outra postagem e é realmente um crime. Eu sou do tempo dos casarões da avenida Paulista e se elas foram demolidas e em especial a mansão dos Matarazzo, nada me surpreende.
abs

11 de outubro de 2010, 18:48

Alexandre Giesbrecht

Da mansão dos Matarazzo ainda resta a sauna e uma ou outra coisa mais. Só que nos próximos meses deverão levantar um espigão lá, e ao que tudo indica o que sobrou irá abaixo. É uma pena.

11 de outubro de 2010, 20:03

Escreva seu comentário

Nome:
Obrigatório.
E-mail:
Obrigatório; não será publicado.
Website:
Comentário:

Busca

RSS

Assine aqui.

Tempo de resposta

53 queries em 1,087 segundos.

Licença

Textos e fotos aqui publicados são liberados em Creative Commons sob a licença Attribution 3.0 Unported. Isso significa que podem ser usados em qualquer projeto, comercial ou não, desde que sejam creditados como "Alexandre Giesbrecht". Um link para cá é bem-vindo, assim como um aviso de que o material foi usado.

Quem?

Alexandre Giesbrecht nasceu em São Paulo, em abril de 1976, e mora no bairro do Bixiga. Publicitário formado pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, é autor do livro São Paulo Campeão Brasileiro 1977 (edição do autor).

Outros projetos

Links