Pseudopapel

Um crime na Rua Carlos Sampaio?

Antiga cantina na Rua Carlos Sampaio (1)

Foi minha mulher que me avisou: aparentemente estavam demolindo duas casas antigas na Rua Carlos Sampaio, em frente à esquina com a Rua Fausto Ferraz. Eu quis passar lá para bater fotos. Já era noite, mas quis “garantir”. De uma das casas consegui uma foto razoável, vista aí em cima. Da outra, com muitas árvores na frente, não houve como. Por isso voltei lá hoje de manhã para fotografar ambas as casas. A da direita, a mesma que fotografei na noite de ontem era uma cantina. A placa que lá existia até pouco tempo atrás está atrás dos tapumes, isso se ainda existir. Não sei quando o restaurante deixou de funcionar — em 2006 sei que já estava fechado. Já a da esquerda, que mostrarei em outra postagem, parece ser mais antiga (ou menos reformada), com vários frisos nas colunas e janelas.

Não foi fácil fotografar nenhuma das casas: em uma as árvores dificultam a visão; na outra os tapumes assumem essa função. E, cá entre nós, prefiro que as árvores façam isso. Mas felizmente as grades de uma das casas e do vizinho da outra eram espaçadas o bastante para que a câmera passasse por elas. Sim, é perfeitamente possível que estejam apenas reformando as casas, mas, infelizmente, pelos precedentes na cidade de São Paulo, isso não parece muito provável. Até porque a janela da última foto é a mesma que se vê na foto noturna acima: de ontem para hoje de manhã, já arrancaram a veneziana. Não é um bom sinal.

Seguem abaixo as fotos da antiga cantina, que deve ficar mais ou menos no número 83 da Carlos Sampaio.

2 comentários

Douglas Nascimento (14)

É mais um pedaço de São Paulo que se vai…
Em breve um novo e “belo” neoclássico aparece ai

30 de agosto de 2010, 10:38

Alexandre Giesbrecht

O pior é que às vezes até são belos. Mas dificilmente necessários. E especialmente desnecessários se é para derrubar a história da cidade. Isso sem falar em adensamento, diminuição da luminosidade, permeabilização do solo… Sim, ainda que seja o mais belo dos edifícios, é muito difícil justificá-lo.

30 de agosto de 2010, 17:05

Escreva seu comentário

Nome:
Obrigatório.
E-mail:
Obrigatório; não será publicado.
Website:
Comentário:

Busca

RSS

Assine aqui.

Tempo de resposta

74 queries em 0,447 segundos.

Licença

Textos e fotos aqui publicados são liberados em Creative Commons sob a licença Attribution 3.0 Unported. Isso significa que podem ser usados em qualquer projeto, comercial ou não, desde que sejam creditados como "Alexandre Giesbrecht". Um link para cá é bem-vindo, assim como um aviso de que o material foi usado.

Quem?

Alexandre Giesbrecht nasceu em São Paulo, em abril de 1976, e mora no bairro do Bixiga. Publicitário formado pela Escola Superior de Propaganda e Marketing, é autor do livro São Paulo Campeão Brasileiro 1977 (edição do autor).

Outros projetos

Links